Como come√ßar (ou acelerar) sua carreira em dados em 2024? ūüöÄ

E mais: Andrew NG lança curso gratuito de IA generativa; Canva lança série de recursos de IA para profissionais da educação; Como se tornar um Engenheiro de dados;

Fala Data Hackers! Bora pra mais uma semana com as novidades do universo dos dados?

Que a inteligência artificial tem movimentado verdadeiras fortunas pelo mundo não é novidade pra ninguém, mas pela primeira vez um brasileiro chega à lista de bilionários da Forbes graças a esse mercado: Daniel de Freitas, que fundou a Character.AI com seu ex-colega do Google Noam Shazeer, é um dos novos nomes na lista. A empresa, que acaba de levantar uma rodada de investimentos de US$ 150 mi, traz a possibilidade de desenvolver bots definindo fatores como personalidade e interesses, e ainda oferece bots que são réplicas de pessoas reais, como celebridades e personagens históricos.

Al√©m desse novo podcast quent√≠ssimo, hoje trazemos ainda artigos super √ļteis e as not√≠cias de maior destaque na √ļltima semana.

Confira alguns dos destaques da news de hoje:

Na terça-feira você tem um encontro marcado com o Data Hackers e André Sionek, que tem toda uma carreira dedicada à Engenharia de Dados e hoje atua como Engenheiro de Software Líder na empresa Útil. Sionek vai trazer um panorama sobre os desafios que a profissão de Engenheiro de Dados exige hoje no mercado brasileiro, e como os dados da pesquisa State of Data podem te ajudar nesse desafio.

N√£o esque√ßa de clicar em ‚ÄúReceber notifica√ß√Ķes" para saber quando a live come√ßa. Nos vemos l√°!

O mundo dos dados est√° longe de ser est√°tico: o mercado muda todos os anos, surgem novas ferramentas, expectativas e desafios. Nesse novo epis√≥dio, analisamos as perspectivas para 2024 e falamos sobre como se tornar cientista de dados nesse contexto com dois nomes de peso: Mikaeri Ohana, l√≠der de AI e ML na CI&T, premiada pela Google e pela Microsoft por sua atua√ß√£o com Intelig√™ncia Artificial e Machine Learning; e Nilton Ueda, Global Data Product Manager na Ambev, Tableau Ambassador da LATAM por tr√™s vezes e Professor do MBA de institui√ß√Ķes como FIAP, Mackenzie e Ibmec. Se voc√™ busca mergulhar mais fundo no mundo dos dados para come√ßar ou acelerar sua carreira no pr√≥ximo ano, esse conte√ļdo t√° quent√≠ssimo! (em Portugu√™s)

O cientista da computação e empresário Andrew NG, co-fundador do Google Brain e Coursera e um dos pioneiros da inteligência artificial, acaba de lançar um curso gratuito voltado para a IA generativa.

O curso explica como a IA generativa funciona e o que ela pode ou n√£o fazer, al√©m de apresentar um panorama das principais ferramentas dispon√≠veis. A ideia √© levar o p√ļblico a entender o impacto da IA generativa nos neg√≥cios e na sociedade e, desta forma, desenvolver estrat√©gias e abordagens que envolvam IA de forma mais eficiente.

(em Inglês)

Menos de um m√™s depois de lan√ßar seu novo Magic Studio com tecnologia de IA, o Canva anunciou lan√ßamento do ‚ÄúClassroom Magic‚ÄĚ, vers√£o do Magic Studio projetada especificamente para professores e alunos.

Baseada no Canva for Education, que foi lan√ßado em 2019 e j√° √© usado por 50 milh√Ķes de alunos e professores em todo o mundo, o Classroom Magic traz alguns dos mesmos recursos de IA do Magic Studio para as escolas e tem tudo para ser a maior introdu√ß√£o de IA na sala de aula no mundo at√© o momento.

(em Inglês)

OUTROS T√ďPICOS

Quer evoluir mais rápido na carreira de dados? Em uma live realizada essa semana, Mariana Rufino e Raquel Reis, da comunidade Mulheres em Dados, trazem insights sobre como se servir dos dados da State of Data, maior pesquisa sobre o mercado de dados no Brasil, para melhorar suas buscas com isso ascender mais rápido. A live é a primeira de uma série que estamos fazendo sobre a State of Data, com o objetivo de divulgar a pesquisa e levar a comunidade Data Hackers a conhecer e interagir com temas do mercado de dados. Lembrando que quanto mais pessoas responderem a pesquisa, mais preciso será o relatório. (em Português)

Um estudo mostrou que a IA generativa pode ser capaz de detectar a diabetes tipo 2 apenas ouvindo um paciente falar de 6 a 10 segundos, analisando as varia√ß√Ķes vocais dos indiv√≠duos. O experimento, publicado no ‚ÄúMayo Clinic Proceedings: Digital Health‚ÄĚ, analisou mais de 18 mil grava√ß√Ķes de 267 adultos, portadores da doen√ßa ou n√£o, e mostrou uma precis√£o de 89% para diagn√≥sticos em mulheres e de 86% em homens. A expectativa √© que isso mude a forma como a comunidade m√©dica rastreia o diabetes, j√° que os m√©todos atuais de detec√ß√£o podem exigir muito tempo e custos. (em Portugu√™s)

A IA generativa certamente vem mudando a forma como líderes de produto, engenheiros e executivos trabalham. Mas como isso está acontecendo, e quais as tendências futuras? Entre maio e junho de 2023, a Nylas ouviu mais de 1000 profissionais dos EUA para entender melhor a questão e usou as respostas para elaborar este guia, que constatou, entre outras coisas, que 2/3 dos desenvolvedores concordam que o email é o canal onde a IA generativa tem o maior potencial de ajudá-los. (em Inglês)

Os embates entre diferentes ferramentas e seus defensores são um clássico desde sempre: já houve o tempo de Postgres vs. MySQL, SSIS vs. Data Services, Kimball vs. Inmom… A batalha da vez, no entanto, parece ser entre Snowflake e Databricks, duas das plataformas mais populares para gerenciar grandes volumes de dados. Esse artigo apresenta uma análise muito bem feita com as diferenças entre o Snowflake e o Databricks, sem superficialidade. Vale conferir e ver qual se adequa melhor às suas necessidades. (em Inglês)

A pesquisa State of Data Brazil segue a todo vapor! Já foram mais de 3500 respostas que recebemos de profissionais de dados que estão nos ajudando a mapear o mercado brasileiro de dados! Mas, ainda dá tempo de você participar do State of Data Brazil! Clique aqui para participar da pesquisa (se você já havia começado ela mas não terminou, pode voltar de onde parou!).

A edi√ß√£o desse ano est√° ainda melhor, onde adicionamos perguntas relacionadas ao trabalho remoto e uso de intelig√™ncia artificial generativa. Al√©m disso, ao finalizar a pesquisa, voc√™ ter√° acesso ao Guia de Carreira em Dados: um relat√≥rio detalhado com informa√ß√Ķes sobre carreiras, sal√°rios, forma√ß√Ķes e tudo mais que voc√™ precisa para montar seu plano para crescer na √°rea de dados!

O State of Data Brazil √© uma iniciativa da comunidade Data Hackers com a Bain & Company. Como nos anos passados, ao final vamos disponibilizar os dados da pesquisa (sem informa√ß√Ķes pessoais, √© claro) al√©m de um relat√≥rio detalhado com as maiores descobertas que tivemos esse ano. J√° preencheu a pesquisa? Que tal nos ajudar compartilhando ela com seus colegas e grupos que participar?

E aí, podemos contar com seu apoio? Acesse www.stateofdata.com.br/newsletter e participe!

DICA DE V√ćDEO

Como a Intelig√™ncia Artificial est√° mudando a cadeia de consumo? Neste podcast, Lucas Brossi e Felipe Flamozzini, da Bain & Company Brasil, abordam quest√Ķes como as aplica√ß√Ķes pr√°ticas que a IA pode ter no varejo e na ind√ļstria e o quanto essas aplica√ß√Ķes podem melhorar a efici√™ncia dos processos, o papel que a IApode desempenhar na personaliza√ß√£o da jornada do consumidor e os desafios envolvidos em tudo isso. (em Portugu√™s)

VAGAS DA SEMANA

São Paulo - SP - Híbrido

  • Forte base te√≥rica em Machine Learning, experi√™ncia pr√°tica na constru√ß√£o e implanta√ß√£o de modelos;

  • Python (com boas pr√°ticas de programa√ß√£o);

  • Experi√™ncia com infraestrutura em nuvem;

  • Familiaridade com o ciclo de vida de um modelo de ML e capacidade de executar diferentes tarefas nesse ciclo;

  • Capacidade de construir um servi√ßo que exp√Ķe um modelo de ML para consumo por outros apps;

  • Disposi√ß√£o para aprender novas ferramentas e linguagens;

  • Ingl√™s avan√ßado ou fluente.

Remoto

  • 3 anos ou mais de experi√™ncia in Data Engineering, Data Analytics ou √°reas correlatas;

  • 2 anos ou mais de experi√™ncia trabalhando com ferramentas de transforma√ß√£o de dados como DBT;

  • Conhecimento em bancos de dados e SQL com habilidade para preparar, processar e transformar dados;

  • Experi√™ncia com modelagem de dados, processos ETL/ELT e solu√ß√Ķes de data warehousing;

  • Experi√™ncia com linguagem de programa√ß√£o como Python;

  • Ingl√™s fluente (entrevistas em ingl√™s);

  • Familiaridade com ferramentas de BI (diferencial).

MEME DA SEMANA

Obs: Siga nosso canal do slack para mais memes como esse.

DATA VISUALIZATION DA SEMANA

Dado o crescimento rápido das economias emergentes e as oportunidades que elas podem representar para os investidores, vem a pergunta: quais os riscos de se investir no exterior, e como esses riscos podem ser analisados? Para ajudar a responder, esse dataviz mostra o risco de cada país ao redor do mundo com base nas análises do professor Aswath Damodaran, da New York University Stern School of Business. (em Inglês)

  • 8 de novembro - Online

  • 14 de novembro - Online

  • 21 de novembro - Online

Obs: gostaria de ter seu evento divulgado aqui? Basta compartilhar ele em nosso canal do slack.

Wow! Já que chegou até aqui, qual a nota dessa edição da Newsletter?

Pode dar sua opini√£o sincera...

Login or Subscribe to participate in polls.

Logo